segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Reflexões

Mais um ano se passa, menos um ano da minha breve existência, o fato é que até a presente data só tenho a agradecer ao que a vida em deu.

Diante de todas as dificuldades, adversidades e conquistas, acredito que fico mais rico a cada dia, não em bens materiais – nunca liguei para isso – mas nas coisas boas que os caminhos me trilharam. A cada ano decorrido, agrego mais conhecimento e amigos de verdade; a cada ato e gesto de meus pais e irmãos, vejo a família linda que tenho – independente dos acidentes do percurso – as qualidades superam qualquer defeito.

Aprendo diariamente a ser mais tolerante, a me policiar, a me aperfeiçoar. Nada disso seria possível sem os amigos que conquistei, inclua nesta lista: pais, irmãos, ex-namoradas, colegas de trabalho, do convívio social, amigos virtuais e qualquer outra forma de amizade.

Não tive a oportunidade de ir passar a data perto da maior parte dos entes queridos, mesmo assim o calor recebido foi de igual valor, há quatro dias tenho festejado mais uma primavera, desta vez com os “irmãos” que me acolheram nesta terra. Não posso esquecer dos aliados virtuais, estes de convívio diário, independente de hora e lugar.

Atualmente tenho encontrado uma paz interior que há muito tempo não sentia, as coisas tendem somente a melhorar, dos tombos levamos o ensinamento, dos conselhos a gratidão.

Sai agosto e entra setembro, e me sinto cada vez mais privilegiado.

Se está lendo isso, é porque se preocupou com minha opinião e chegou até aqui, neste blog.

Obrigado, agradeço de coração a quem tenho a honra de chamar de amigo(a).

Um comentário:

Guto disse...

É isso ae Afonso, parabens pelo aniversário

A tecnologia encurtou distâncias . mas o q continua valendo é o q está no coração.

Muitas felicidades e muitos anos de vida!!!!!!